James Blake: “Thrown Around”

/ Por: Cleber Facchi 28/05/2024

Depois de uma sequência de obras pouco inspiradas, James Blake lançou em setembro do último ano o ótimo Playing Robots Into Heaven (2023). Conceitualmente próximo daquilo que o produtor britânico havia testado nos primeiros trabalhos de estúdio, o álbum revelou uma série de boas canções, como Big Hammer e Loading, destacando a capacidade do artista em transitar por elementos que vão de experimentações eletrônicas ao R&B de forma particular.

Poucos meses após a entrega do registro, Blake está de volta com mais uma composição inédita, Thrown Around. Diferente do material apresentado em Playing Robots Into Heaven, a faixa chama a atenção pelo curioso diálogo do artista com a produção eletrônica dos anos 1990. É como um aceno para aquilo que Primal Scream, Andrew Weatherall e outros nomes importantes passaram a incorporar em seus trabalhos há mais de três décadas. Ouça:


James Blake – Thrown Around

Jornalista, criador do Música Instantânea e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.

Jornalista, criador do Música Instantânea e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.