Gracinha: “Corpo Celeste”

/ Por: Cleber Facchi 29/05/2024

Cantora e compositora fluminense radicada em Natal, no Rio Grande do Norte, Isabela Graça entrega ao público o primeiro trabalho de estúdio como Gracinha. Intitulado Corpo Celeste (2024), o registro parte de uma abordagem psicodélica, porém, transita por diferentes estilos que vão da música brasileira ao dream pop. Para a realização do registro, a artista contou com a produção de Ian Medeiros, ex-integrante da banda Mahmed.

Segundo a musicista fluminense, as canções de Corpo Celestepartem de um lugar meu como mulher negra e lésbica e minha relação com a solidão e o preterimento“, como comentou no texto de apresentação do material que chega pelo selo DoSol. “Sinto que a vida toda eu andei de mãos dadas com esses sentimentos, e transformar isso em música foi a forma que encontrei pra me ajudar na cura das dores causadas por esses estados”, revelou.



Gracinha – Corpo Celeste

Jornalista, criador do Música Instantânea e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.

Jornalista, criador do Música Instantânea e integrante do podcast Vamos Falar Sobre Música. Já passou por diferentes publicações de Editora Abril, foi editor de Cultura e Entretenimento no Huffington Post Brasil, colaborou com a Folha de S. Paulo e trabalhou com Brand Experience e Creative Copywriter em marcas como Itaú e QuintoAndar. Pai do Pudim, “ataca de DJ” nas horas vagas e adora ganhar discos de vinil de presente.